Salvemos o planeta!

Todos juntos, é possível!


Leave a comment

Tudo sobre o Basset Hound

Os cães são animais de estimação fantásticos que tornam a nossa vida mais alegre. O Basset Hound é um desses lindos cães cujas características serão abordadas nestes artigos. A primeira menção à raça Basset foi feita em 1561 por Jacques du Fouilloux, num texto dedicado à caça. Nessa altura, todos os cães de caça possuidores de patas curtas eram apelidados de “Basset”, uma palavra francesa derivada de “bas” que significa “baixo, anão”. Por isso, torna-se muito difícil saber as origens exatas desta raça específica, o Basset Hound. Pensa-se que este cão foi criado por volta de 1800, quando dois criadores franceses se dedicaram a desenvolver linhas de sangue puro de Basset Hound, cruzando as raças Bloodhound e Beagle. Contudo, a sua história só fica mais clara quando o Basset Hound foi levado para Inglaterra no final do século XV, onde sofreu aprimoramentos para ser simultaneamente um cão de caça e de companhia. Aí, a raça atingiu o seu apogeu da popularidade, tendo sido apresentada oficialmente em 1883, quando foi reconhecida pelo Clube de Canicultura Inglês.

431776_464658150280224_1518228044_n

No final da década de 90 este cão, para além de ser usado na caça, já aparecia em filmes e em campanhas publicitárias, dada a sua grande aceitação pelo público.

Conheça, agora, as principais caraterísticas e curiosidades acerca desta raça.

  1. Temperamento

O Bassed Hound é uma raça muito calma, leal, companheira, dócil, alegre e amigável. Por isso, são excelentes para quem tem crianças. Contudo, é necessário ter algum cuidado para que estas não pressionem as suas costas durante as brincadeiras, uma vez que esta raça é muito sensível a problemas de coluna.

Este cão é bem-disposto e de fácil convivência. Dá-se bem com outros animais e está sempre disponível para fazer novas amizades, pelo que não é um bom cão de guarda. Não gosta de ficar sozinho. Por isso, uiva e late para chamar a atenção dos outros, para pedir algo ou para dizer que não gosta de alguma coisa.

maxresdefault

Os Bassets Hound são cães difíceis de treinar e adestrar, porque são teimosos e porque querem poupar a sua energia. Contudo, conseguem obedecer rapidamente se tiverem uma recompensa. São cães interesseiros.

Por possuírem um forte instinto de caça, são, ainda, ágeis e ativos, e adoram perseguir outros animais, pessoas ou objetos, farejar e seguir rastros.

Estão sempre dispostos a realizar exercícios com os seus donos, como caminhadas ou brincadeiras, para manterem a sua forma física.

  1. Características físicas

O Basset Houd caracteriza-se por possuir excesso de pele no corpo, rosto e pescoço, fazendo com que o seu olhar pareça triste. Para além disso, é conhecido por se babar com intensidade.

É um cão de grande porte, com corpo longo e pesado e pernas curtas e grossas.

A sua cauda é longa, afinada e curvada para cima. O pelo é áspero, liso e curto. Pode ser castanho e branco, ou castanho e preto, ou castanho, branco e preto. As suas orelhas são extremamente compridas.

O Basset Hound pesa entre 20 a 30 quilos e a sua altura pode variar entre 34 a 38 centímetros a contar da cernelha.

bassethoundsf5

  1. Esperança de vida

Em média, o Basset Hound tem uma esperança de vida de 8 a 12 anos.

  1. Cuidados especiais

Um dos principais cuidados a ter com esta raça prende-se com o seu peso. O Basset Hound costuma comer muito, podendo engordar facilmente se não fizer exercício físico.  Contudo, este cão é tendencialmente preguiço e não pode fazer certas atividades devido à sua anatomia. As caminhadas e as brincadeiras são, sem dúvida, os melhores exercícios para esta raça. Contudo, é preciso ter cautela, porque a grande pressão sobre as suas costas, devido ao seu corpo longo, pode causar displasias e hérnias discais. Assim, este animal deve evitar saltar e subir e descer escadas.

As suas longas orelhas também exigem cuidados, uma vez que são propensas a infeções. Assim, devem estar sempre limpas. Os olhos também devem ser lavados diariamente de modo a evitar conjuntivites, cataratas e outros problemas. A boca e as rugas também merecem atenção, devendo ser lavadas com frequência, uma vez que a sua baba favorece o aparecimento de bactérias.

Durante os passeios ao ar livre é recomendável o uso de coleiras, porque devido ao seu instinto de caça é provável que eles persigam outros animais, pessoas ou objetos.

basset_hound_running_0095thumb

  1. Uma curiosidade…

O Basset Hound tornou-se popular em Portugal por participar em campanhas publicitárias de uma famosa marca de sapatos.


Leave a comment

Como ter uma piscina mais ecológica

Semelhante a um lago natural as piscinas ecológicas são definidas como um sistema no qual não são utilizados produtos químicos para o tratamento de sua água.

Para a limpeza e filtragem da água contida em seu interior são utilizadas plantas específicas que auxiliam na sua oxigenação, eliminando nutrientes que impedem a propagação de algas e microorganismos capazes de prejudicar a sua qualidade.

 Piscinas Ecológicas: Vantagens

A vantagem principal em construir uma piscina ecológica fica por conta da ausência de cloro que irrita os seus olhos e danifica sua pele ressecando-a.

Outro ponto positivo é o tempo de manutenção, enquanto que as piscinas convencionais requerem limpezas frequentes este modelo requer que seu fundo seja limpo apenas uma vez por ano.

A este sistema de piscina natural podem ainda serem adicionados animais aquáticos com capacidade para exterminar larvas e/ou insetos.

Quando o assunto é design pedras, plantas e animais proporcionam cores e texturas variadas, além de cheiros e um ambiente diferenciado.

Piscinas Ecológicas: Como Construir

No mercado existem profissionais altamente qualificados para projectar uma piscina ecológica, estes profissionais levam em consideração questões como:

O número de pessoas e a quantidade de banhos que serão realizados em sua piscina, pois é a partir desta estimativa que será dimensionada a sua construção.

As condições geológicas da região de escavação, pois quanto mais for natural a paisagem no local de instalação melhor será a integração de seu sistema.

As condições geográficas do local onde será construída também influenciam em sua piscina ecológica, pois como são consideradas como um sistema em equilíbrio ecológico e possuem a capacidade de auto regeneração, exposições solares intensas podem interferir na qualidade de seu sistema.

Piscinas Ecológicas: Água Utilizada

A água utilizada em uma piscina ecológica pode ser proveniente da rede pública ou fontes naturais como água das chuvas ou retirada de rios ou lagos.

No entanto é fundamental que esta água contenha índices reduzidos de matéria orgânica e/ou resíduos de qualquer natureza.

Devido a sua evaporação em períodos de temperatura elevada a água de sua piscina ecológica deve ser reposta em determinados períodos de tempo, o excesso de água provocado pelas chuvas é retirado através de drenos que permitem o seu escoamento.

Para auxiliar na sua oxigenação podem ser instaladas bombas movidas a energia solar ou pequenos cursos de água que proporcionarão a criação de correntes, movimentando a água presente em sua piscina.

Piscinas Ecológicas: Plantas e Animais Utilizados

As plantas utilizadas em piscinas ecológicas pertencem ás espécies endémicas de regiões húmidas, em baixo da água elas possibilitam que o ocorra o desenvolvimento de micro-organismos responsáveis por filtrar a sua água.

Marsilea quadrifolia (trevo-de-quatro-folhas), Azolla filiculoides, Salvinia molesta (erva ou gigante salvinia kariba), Íris pseucacorus (bandeira amarela), são exemplos de espécies utilizadas.

Os animais frequentemente introduzidos em uma piscina natural pertencem á classe dos anfíbios e répteis.

Eventualmente podem aparecer espécies de animais aquáticos endémicas de determinadas estações ou períodos do ano como épocas de chuva.

Discoglossus galganoi (Rã-de-focinho-ponteagudo), Ardeola ralloides (Papa-ratos), Ardea cinérea (Garça-real), Lutra lutra (Lontra), Maculinea alcon (Borboleta Azul), são alguns exemplos de animais utilizados.

Piscinas Ecológicas: Custos

Os custos envolvidos na construção de uma piscina ecológica estão relacionados ao seu tamanho e aos materiais que serão utilizados.

No mercado estão disponíveis plantas, pedras e animais aquáticos de diferentes funções e qualidade fato que influencia bastante no custo final de seu sistema.

O material utilizado para a calafetagem de sua piscina, ou seja, sua vedação também influencia consideravelmente em seu custo final, visto que existem opções nas quais são usadas bacias ou tanques em betão ou uma tela fabricada por um plástico especial (opção mais económica).

Somados todos os custos o valor de uma piscina ecológica fica em torno de 20% a mais que os modelos convencionais.

 


Leave a comment

Arte e reciclagem

O lixo humano aumenta a cada dia, proporcionando o aumento da poluição na natureza, provocando enchentes, doenças e o aumento de insectos na cidade. Porém existe uma maneira de diminuir a quantidade de produtos jogados fora pelo homem, a reciclagem.

Utilizar materiais descartáveis para produzir artesanato é uma maneira de evitar o desperdício, criando belos produtos através da criatividade, desenvolvendo a arte.

Diversos materiais podem ser transformados em peças e acessórios de artes, como:

Caixotes

Os caixotes são muito utilizados para guardar compras de um supermercado, então, logo após o uso são descartados. Usando a criatividade, esses mesmos caixotes podem virar lindas estantes ou suportes para plantas, livros, enfeites e os demais objectos de uma casa. Transformar caixotes em estantes ou em qualquer outro objecto  evita o acumulo de lixo nas cidades e se tornam grandes objectos de utilidade doméstica.

Tampas de garrafas

As tampas de garrafas podem ser transformadas em lindo apoio para copos. Basta utilizar pedaço de tecidos, linhas e agulhas. Assim, basta apenas embalar as tampas nos pedacinhos de tecidos, fazendo uma costura que uni uma tampa na outra e pronto, foi construindo apoios para copos criativos, bonitos e diferentes, com material completamente reciclado.

Lacre de latinhas

Os lacres são materiais desperdiçados que podem ser utilizados para produção de diversos artesanato que modificam o ambiente em que se vivem, deixando o lar ainda mais moderno e diferenciado. Alguns exemplos do que pode ser feito com os lacres são:

 Bolsas feitas de lacre

Um artesão pode criar bolsas femininas com alguns lacres de latinhas de refrigerantes ou cerveja. Os materiais utilizados nessa produção, geralmente são lacres, linhas de croché e forro.

Luminarias 

Os lacres e os arames podem ser materiais utilizados para construção de lindas luminárias, que deixam o ambiente mais charmoso e rústico, dando um diferencial para o ambiente. Ideal para restaurantes e bares, deixando o local mais confortável.

Caixas de leite

 Após o consumo de leite, normalmente, as caixas são jogadas fora, porém, alguns artistas as transformam em belas caixinhas de presentes. A transformação se dá devido à reutilização dessas caixas em artesanato, sendo embrulhadas com papel de seda coloridas e utilizando cordas para transformar em sacolas de presentes.

Coador de café

Outra opção é reutilizar os coadores de café feitos de papel. Basta lavar esses coadores e cobrir a caixa de leite com ele. Depois é só usar a imaginação e criar os divertidos saquinhos de presentes.

Garrafa pet

O material mais desperdiçado é a garrafa pet, porém são materiais que mais possuem muitas formas de se transformar em artesanato.

• Muitas garrafas pets podem ser transformadas em puffs de sentar. Ficam confortáveis, bonitas e criativas. Além disso, são usadas espumas que deixam o assento ainda mais confortável.

• Essas garrafas podem usadas como vasos de plantas, bastar recortá-las no tamanho ideal da planta e usar a criatividade. São transformadas em vasos lindos e ecológicos.

• O fundo da garrafa pode ser recortado e usado como porta-lápis. A pessoa que quiser reutilizar as garrafas para produzir porta-lápis pode enfeitar o fundo da garrafa com fita e desenhos, deixando o trabalho mais moderno e adequado para cada estilo.

Óleo de cozinha

Muitas pessoas não sabem o que fazer com o óleo de cozinha após o uso, isso faz com esses óleos sejam jogados fora o que causa muita poluição e entupimentos de canos. Uma óptima solução é transformá-los em sabão. Existem alguns processos simples que transformam o óleo inútil em sabão.

Os artesanato são ricos, pois muitas vezes, modificam materiais inúteis em produtos úteis para o dia a dia das pessoas. Além disso, artes recicladas fornecem um diferencial, pois são produtos baratos, podendo ocasionar uma renda extra no orçamento familiar.

Vale ressaltar que além de oferecem utilidade, renda extra e serem produtos com custo beneficio baixo, os materiais recicláveis são ecológica correto, preservando não só a natureza e o ambiente, como também, a vida de toda humanidade. É a educação ambiental sendo preservada na transformação de lixo em belas artes.

 

 


Leave a comment

Os 10 principais poluentes da água

A base da vida na terra é o carbono, mas com absoluta certeza não somos nada sem a tão preciosa água. O planeta Terra e coberto por 71% por ela, sem a água não seria possível a existência de nós seres Humanos. No entanto ironicamente são os seres Humanos os maiores poluidores desse bem indispensável. Veja a seguir lista com os 10 principais poluentes da água e aprenda a combater esse mal que acarretará no fim da existência humana na Terra.A definição de poluição da água se da pela  contaminação de corpos de água por elementos que podem ser nocivos ou prejudiciais aos organismos e plantas, assim como a actividade humana. O resultado da contaminação traduz-se como água poluída. 

Óleo de cozinha 

Um litro de óleo de cozinha pode contaminar até um milhão de litros de água.Os óleos vegetais, provoca um aumento excessivo na quantidade de nutrientes (fósforo e nitrogénio) favorecendo a proliferação de determinadas algas e consequente eutrofização, o que causa a morte de peixes e outros animais, além de odor e aspecto extremamente desagradáveis.

Forma de Controle

Deve-se armazenar todo o óleo utilizado em sua cozinha em recipientes isentos de vazamentos, descartá-los em locais apropriados para descarte.

Esgoto Doméstico 

Esgoto domestico são todos os resíduos líquidos que saem de uma propriedade. Caracterizado pela água do chuveiro, descargas da privada, das pias e ralos. Quando despejado em rios ou córregos contaminam o meio ambiente. A água proveniente dos esgotos é composta por inúmeros elementos, no entanto os que se destacam são os compostos orgânicos ricos em microorganismos que ao encontrarem o meio ambiente se desenvolve de forma rápida. Podendo causar doenças e infecções.

Forma de Controle

Nunca em hipótese alguma despejar esgoto em rios ou córregos, caso não seja possível efectuar o tratamento do esgoto através de empresas especializadas deve-se acondicionar o esgoto em buracos denominados fossas sépticas ou em bio digestores. O ideal é que a água de pias e ralos esteja separa da água da privada, pois cada uma apresenta resíduos diferentes.

Fertilizantes Químicos

Fertilizantes químicos são elementos utilizados na agricultura convencional. Sua aplicação esta vinculada ao desenvolvimento dos cultivares. Se não for feito de forma adequada a fertilização pode contaminar açudes e lençóis freáticos. Sua contaminação se da pelo aumento de determinados elementos na água tais como Enxofre, Cobre e magnésio esses elementos podem proporcionar o aumento vertiginoso de microorganismos e em altas quantidades podem ser prejudiciais a saúde.

Forma de Controle

Ao realizar fertilizações certificar-se que não haverá chuva em curto prazo, efectuar a cobertura dos fertilizantes evitando a lixiviação dos mesmos, atentarem para a dosagem a ser utilizada e nunca efectuar aplicações próximo de rios e açudes tão despejar os resíduos restantes nos mesmos.

Resíduos Sólidos 

Quaisquer resíduos sólidos levados pelas chuvas ou mesmo descartados em córregos e riachos. Sua presença é uma ameaça a fauna aquática, matando por sufocamento e impedindo o curso natural das águas em alguns casos.

Forma de Controle 

Evitar despejar dejectos sólidos em lugares não indicados evite depositar lixo nas lixeiras fora do dia da colecta.

Chorume  

Liquido que escorre dos lixões, composto por milhares de elementos desde compostos orgânicos até metais pesados. Quando acomodado em locais inapropriados pode se infiltrar no solo e contaminar os lençóis freáticos.

Forma de Combate

Efectuar a colecta selectiva, incentivar medidas publicas para o despejo de dejectos em aterros que atendem as exigências sanitárias. Não descartar matérias que contenham metais pesados em lixos comuns.

Lixo Nuclear 

Dejectos provenientes da manipulação de elementos contendo radiação, comummente despejados por usinas Termoeléctricas Radioactivas. Sua contaminação causa degeneração e morte celular, seus riscos são muito estudados. A contaminação por radiação demora a se dissipar.

Forma de Combate

Estimular medidas publica que incentivem outras formas de geração de energia, maior fiscalização das usinas existentes.

Metais Pesados  

Contaminação por descarte inadequado de produtos que contenham tais elementos ou por indústrias que se utilizam de catalisadores que contenham metais pesados. Seus malefícios estão no fato destes produtos serem tóxicos para uma grande maioria de animais e plantas, no seres humanos são responsáveis pelo aparecimento de tumores e mau funcionamento do organismo.

Forma de Controle

Não descartar pilhas, baterias e demais produtos que contenham metais pesados em sua composição, incentivar medidas publicas a fim de fiscalizar indústrias que manipulam materiais pesados.

Poluição Térmica 

Descargas de água quente, geralmente de indústrias podem alterar a biodiversidade da água ocasionando o crescimento exacerbado de microorganismos ou extinguindo-os, em ambos os casos a água acaba sendo poluída.

Forma de Combate

Indústrias devem contem tanques de resfriamento para que a água quente possa repousar até que sua temperatura esteja nos patamares ideais para serem devolvidas ao meio ambiente.

Petróleo 

Produto altamente tóxico que acaba com a vida marinha e terrestre se acondicionado de forma errada. Sua contaminação se em alto mar quando medidas de segurança não são seguidas correctamente  de difícil controle uma vez iniciado um vazamento é praticamente impossível contornar a situação. Recentemente desastres no golfo do México reaqueceram a discussão sobre a regulamentação sobre a extracção do petróleo.

Forma de Combate

Incentivar medidas publica no controle e regulamentação das empresas de extracção.

Chuva Ácida 

Ocasionada pela reacção dos gases provenientes da queima de combustíveis fosseis com o H2O presente no ar, sua contaminação afecta afluentes, plantas e produções agrícolas, em determinadas regiões se torna um problema grave, pois inibem o crescimento vegetativo das plantas e destrói a biodiversidade dos solos.

Forma de Combate

Estimular o uso de transportes públicos e transporte que emitam baixas quantidades de gases tóxicos. Preferir produtos de empresas que utilizem formas ecológicas para obtenção de energia térmica.


Leave a comment

10 presentes ecológicos para oferecer no Dia dos Namorados

Em Portugal, no dia 14 de Fevereiro é comemorado o Dia de São Valentim. E o momento é aproveitado com muito carinho e surpresas a dois. É hora de preparar um presente especial para o seu amado.

Os apaixonados elevam as vendas no comércio esta época, no que se refere a artigos de presentes como bombons, flores, cartões e mimos para os namorados. Uma maneira de inovar no presente é confeccionar você mesmo um que seja original e útil.

Melhor ainda é poder utilizar materiais reciclados e abusar da criatividade! Segue algumas dicas de presentes fofos para agradar o seu amor de uma maneira ecologicamente correta!

Arranjo de flores

Que tal um arranjo de flores? O diferencial pode ser um vaso colorido feito com garrafa de refrigerante. Se animar, poderá pintar uma garrafa pet, mais as de 600 ml menores ficam bem charmosas. 

Bolsa ecológica

Se quiser evidenciar o romantismo, uma boa opção é Bolsa ecológica em formato de coração. É feita com retalhos de tecido, não exige grandes habilidades com a máquina de costura, mais você poderá pedir o auxílio de uma costureira. A alça pode ser feita de barbante colorido e aplicações com madeira. 

Sacos aromáticos

Você mesmo pode cortar alguns pedaços de tecido no formato de coração. Faça saquinhos com ervas ou gotas de perfume e costure à mão mesmo, fechando os sacos.

Itens em feiras hippies

Nas feiras hippies encontram-se várias alternativas. Entre elas brincos feitos com arame, porta-jóias de papel reciclado, saídas de praia de croché e ainda belas bolsas de tela com detalhes em fuxico. Na época onde os enamorados ficam mais sensíveis, é só ficar atento e identificar o amor como tema em cada artesanato.

Almofada

Dar a um casal de almofadas escrito “eu” e “você” pode agradar, remetendo aos inúmeros dias em que vocês ainda ficarão juntinhos assistindo televisão ou simplesmente abraçados no carpete do quarto.

Chocolates

Oferecer chocolates será inovador se a embalagem for caixinhas em formato de coração feito de papelão e com laços de palha. Em lojas de artesanato você encontra cestas feitas com folhas de revistas que podem ser pintadas da cor que desejar e envernizadas. Coloque os chocolates, acrescente uma pelúcia e finalize com um embrulho.

Porta retrato

Pegue papel, tesoura e cola e faça agora mesmo um lindo porta retrato expondo um sorriso de vocês dois , este foi feito com papel reciclado e no detalhe pode ser usado uma cordinha com peça de coco ou madeira.

Bandeja

Ainda com o bambu e um pouco de desenvoltura, é só riscar os formatos nas peças e depois cortar, deixando as figuras vazadas. Esta bandeja é simples, porém única e encantadora. Imagine servir ao seu parceiro um café da manhã nesta bandeja. Tudo ficará mais delicioso. Poderá se tornar um apoio de objectos na pia do banheiro ou até mesmo servir para colocar uma pilha de revistas.

Porta CD´s

Para os namorados coleccionadores de cds, dvds e jogos de vídeo game, aproveite um pedaço de bambu e transforme-o em um porta cds interessante . Se tiver uma tora fina de madeira, também serve. Basta levar ao marceneiro e compartilhar a sua ideia. Acaba se tornando um lindo objecto de decoração.

Vestuário

Se deseja presentear com uma peça de vestuário, saiba que agora você tem como opção, camisetas lindas feitas com plástico de garrafas recicladas. É bem em conta e as embalagens de tecido, deixam o kit completo!

Bolsa de palha

Para as namoradas com estilo, veja que linda a bolsa de palha de piaçaba, são duráveis e as aplicações podem ser em tecido ou missangas.

Cartão

O que acha de oferecer um belo cartão com mensagens apaixonadas neste dia dos namorados? Escreva o seu próprio cartão e dedique-se um pouco a incrementá-lo. Deixe falar o seu coração…

O melhor presente é passar o dia de São Valentim em companhia de sua paixão. Demonstrar o carinho e afecto que tem por ela é indiscutivelmente o que irá lhe agradar. Use a sua imaginação e surpreenda a quem você ama!

 


Leave a comment

Efeitos negativos do plástico no meio ambiente

Todos os dias o homem se rende a facilidade e praticidade que os saquinhos plásticas nos proporcionam no dia a dia. Essa praticidade é tanta que acaba gerando um sistema que eu gosto de definir como “plasticomania”, afinal é uma verdadeira mania no uso dos plásticos, isto é, das sacolas, ainda que em compras muito pequenas, isso todo mundo sabe. O que poucos sabem, é que, desde a sua criação, em 1862 por Alexander Parkes, possivelmente, nenhuma sacola tenha se decomposto. Isto porque a sacola plástica leva até quatrocentos anos para se decompor e, por isso, é uma grande vilã da natureza. O caso é tão grave que já foi parar até mesmo no Congresso Nacional.

Perceber o problema

A sacola plástica leva alguns séculos para se decompor porque é feita de resina sintética, através de derivados do petróleo. A molécula, por possuir uma cadeia forte, não é facilmente fragmentada. Aqui entramos em outro problema, queimar as sacolas não é uma boa alternativa, justamente por isso. Durante a queima ocorre a libertação de substâncias tóxicas, que são perigosas para a saúde do homem. Todos os dias muitos lotes de sacolas são distribuídas nos mercados e, consequentemente, direccionados para os aterros. Queimar essa quantidade absurda de plástico afectaria bastante a saúde humana, sem contar que implicaria na poluição do ar.

Congresso Nacional

O Congresso também participou na polémica das sacolas, tentando buscar não uma forma de extingui-la, mas sim de diminuir suas quantidades ou viabilizar um destino correto para as imensas quantidades utilizadas por nós todos os dias.  O Congresso, por meio de uma lei, obrigou estabelecimentos comerciais de todo o país para o uso se sacolas plásticas oxi-biodegradáveis, isto é, uma sacola que apresente degradação inicial por oxidação acelerada por luz e calor, cujos resíduos da bio-degradação não sejam bio-tóxicos. O não cumprimento dessa lei pelos estabelecimentos sucedesse de advertência, multa e, em caso rescisório, suspensão do alvará. Até hoje o caso gera polémica e divide opiniões.

Perigos deste vilão

A longevidade desse material, como explicado no primeiro parágrafo, implica em vários danos naturais, além da poluição em caso de queima. Um dos problemas são as enchentes. Se as sacolas forem jogadas nas ruas podem entupir bueiros e aumentar as incidências de enchentes, inundações e, consequentemente, a retenção de mais lixos. Além disso, a sacola polui o solo e a água. Ambos podem ser contaminados pelo chorume, também chamado de líquido per colado.  

Estudos apontam que sacolas plásticas gerem cerca de 9% do lixo de todo o país. Esse problema leva a outro: aterros sanitários lotados. Isso ocorre porque além de demorar muito para se decompor, as sacolas também atrasam a decomposição de outros  lixos.

Soluções para o problema

A utilização das caixas de papelão é uma boa saída para esse problema, afinal é necessário algo para o acondicionamento de produtos e mercadorias em geral, sem contar que o papelão não se compara a sacola plástica.

Outra boa alternativa é o uso de sacolas de panos, pois essas são retornáveis e o cliente pode usá-la várias vezes para os mais diversos fins, no açougue, no supermercado, dentre outros. Alguns mercados e vendas pequenas já confeccionam suas próprias sacolas retornáveis.

Se não houver outra solução, o que resta é o uso das sacolas oxi-biodegradáveis, essas recebem no processo um aditivo para que as moléculas, principalmente do petróleo, sejam fragmentadas com o oxigénio  raios ultravioletas, etc. Então também ajudam, embora ainda não sejam ideal, como as duas soluções acima, por exemplo.

O uso das sacolas exige uma mudança radical de hábito, estamos acostumados com a facilidade e praticabilidade, até porque é mais fácil e muito melhor carregar sacolas nas mãos que caixas de papelão, por isso a consciencialização torna-se difícil. Vale lembrar que o objectivo não é, e nunca foi, extinguir o plástico, sendo que os sacos de lixo, por exemplo, são essenciais ao nosso dia a dia, mas, em outros casos, podemos evitar o uso desnecessário. Pense no meio ambiente e todos os perigos que proporcionamos com o uso excessivo das sacolas. Lembre-se dos três R’s: reduzir, reutilizar e reciclar; e não tenha em mente que você é só uma formiguinha que não pode mudar em nada o todo, lembre-se que grandes atitudes começam de pequenos passos.

 

 


Leave a comment

Principais características de casas ecológicas

Nos tempos actuais tem aumentado o número de pessoas interessantes em construir casas ambientalmente sustentáveis. Tais edificações são construídas utilizando métodos e materiais que causam o mínimo dano possível ao meio Ambiente.

As casas ecológicas, como são chamadas estas edificações são projectadas para serem construídas com objectivo de aproveitar formas de energia renováveis, permitindo que seus proprietários  economizem e estejam em harmonia com o ecossistema.

Como são projectadas as casas ecológicas

Se você pretende construir uma casa ecológica o primeiro passo é procurar um profissional de engenharia ou arquitectura especializado nesta área. Profissionais que actuam neste seguimento são facilmente encontrados, pois no mercado existem diversas empresas que prestam este serviço.

Este profissional irá inicialmente fazer um levantamento da topografia e da geografia do terreno, além  das condições climáticas do local onde sua casa será erguida.

Depois deste levantamento inicial o profissional irá elaborar um projecto  especificando os materiais sustentáveis mais adequados, as técnicas de construção e os mecanismos adicionais que irão permitir o aproveitamento de energias renováveis, como energia solar ou eólica, por exemplo.

Principais Materiais de Construção Utilizados em Casas Ecológicas

Tijolo Ecológico

Um dos principais materiais usados em uma casa ecologicamente correta é o tijolo ecológico, produto produzido a partir de sobras de materiais de construção reciclados, ele é fabricado utilizando uma técnica que dispensa o seu cozimento, evitando a derrubada de árvores para alimentar os fornos.

Por possuir furos em seu interior que possibilitam a passagem de tubulações hidráulicas e eléctricas este tipo de tijo especial propicia uma grande economia na obra, pois evita que as paredes sejam quebradas para a passagem de tais tubulações.

Madeira Plástica

Outro material bastante utilizado em construções sustentáveis é a madeira plástica, altamente resistente ela é feita á base de plásticos reciclados e restos de madeira.

Concreto Verde

O concreto de uma casa ecológica pode ser feito adicionando materiais recicláveis como cinza retirada de chaminés de indústrias, casca de arroz, borracha de pneus, bagaço de cana, entre outras.

A adição destes matérias além de tornar o concreto mais resistente pode proporcionar uma economia de cimento no custo final da obra em torno de 20%.

Mecanismos de Sustentabilidade Utilizados em Casas Ecológicas

Toda casa ecológica possui em seu projecto metodologias capazes de torná-la auto-suficiente energética-mente  ou seja, conta com recursos que permitam a geração de parte da energia que será consumida.

Uso Racional da Água

Dentre destes recursos está a utilização racional da água a partir da instalação de torneiras e chuveiros com temporizadores dispositivos que reduzem o desperdício.

É muito comum projectos em que há o aproveitamento da água vinda das chuvas que é colectada através de tubulações e armazenada em tanques, sendo posteriormente utilizada para abastecer vasos sanitários, realizar limpezas ou em jardins.

Aproveitamento de Energias Renováveis

Casas ecologicamente corretas também contam painéis que captam as radiações vindas do sol transformando-as em energia foto térmica capaz de aquecer água colocada em reservatórios ou produzir ar quente para a secagem de grãos.

Há também projectos que aproveitam a radiação solar utilizando painéis especiais para a geração de energia fotovoltaica, ou seja, transformando-a em energia eléctrica capaz de iluminar ambiente ou alimentar electrodomésticos.

Dependendo da região onde a edificação será construída pode-se também colocar torres contendo hélices que giram movidas pelas forças do vento transformando-as em energia eléctrica.

Casas Ecológicas Vantagens

A principal vantagem em construir uma casa ecologicamente correta fica por conta da melhoria na qualidade de vida de seus habitantes, pois pessoas que habitam construções desta natureza tendem  também a criar hábitos e posturas mais saudáveis.

Outra importante vantagem é a redução na compra de materiais de construção e na contratação de mão-de-obra se comparados com a metodologia de construção tradicional.

Casas Ecológicas  Desvantagens

A principal desvantagem fica por conta da instalação dos mecanismos adicionais de sustentabilidade que oneram significativamente o custo final da  obra.

Entretanto se você pensar a longo prazo o custo com a instalação de painéis de energia solar ou de torres para a captação da energia vinda dos ventos, por exemplo, é devolvido em alguns anos a partir da significativa economia na utilização da energia eléctrica.