Salvemos o planeta!

Todos juntos, é possível!

Efeitos negativos do plástico no meio ambiente

Leave a comment

Todos os dias o homem se rende a facilidade e praticidade que os saquinhos plásticas nos proporcionam no dia a dia. Essa praticidade é tanta que acaba gerando um sistema que eu gosto de definir como “plasticomania”, afinal é uma verdadeira mania no uso dos plásticos, isto é, das sacolas, ainda que em compras muito pequenas, isso todo mundo sabe. O que poucos sabem, é que, desde a sua criação, em 1862 por Alexander Parkes, possivelmente, nenhuma sacola tenha se decomposto. Isto porque a sacola plástica leva até quatrocentos anos para se decompor e, por isso, é uma grande vilã da natureza. O caso é tão grave que já foi parar até mesmo no Congresso Nacional.

Perceber o problema

A sacola plástica leva alguns séculos para se decompor porque é feita de resina sintética, através de derivados do petróleo. A molécula, por possuir uma cadeia forte, não é facilmente fragmentada. Aqui entramos em outro problema, queimar as sacolas não é uma boa alternativa, justamente por isso. Durante a queima ocorre a libertação de substâncias tóxicas, que são perigosas para a saúde do homem. Todos os dias muitos lotes de sacolas são distribuídas nos mercados e, consequentemente, direccionados para os aterros. Queimar essa quantidade absurda de plástico afectaria bastante a saúde humana, sem contar que implicaria na poluição do ar.

Congresso Nacional

O Congresso também participou na polémica das sacolas, tentando buscar não uma forma de extingui-la, mas sim de diminuir suas quantidades ou viabilizar um destino correto para as imensas quantidades utilizadas por nós todos os dias.  O Congresso, por meio de uma lei, obrigou estabelecimentos comerciais de todo o país para o uso se sacolas plásticas oxi-biodegradáveis, isto é, uma sacola que apresente degradação inicial por oxidação acelerada por luz e calor, cujos resíduos da bio-degradação não sejam bio-tóxicos. O não cumprimento dessa lei pelos estabelecimentos sucedesse de advertência, multa e, em caso rescisório, suspensão do alvará. Até hoje o caso gera polémica e divide opiniões.

Perigos deste vilão

A longevidade desse material, como explicado no primeiro parágrafo, implica em vários danos naturais, além da poluição em caso de queima. Um dos problemas são as enchentes. Se as sacolas forem jogadas nas ruas podem entupir bueiros e aumentar as incidências de enchentes, inundações e, consequentemente, a retenção de mais lixos. Além disso, a sacola polui o solo e a água. Ambos podem ser contaminados pelo chorume, também chamado de líquido per colado.  

Estudos apontam que sacolas plásticas gerem cerca de 9% do lixo de todo o país. Esse problema leva a outro: aterros sanitários lotados. Isso ocorre porque além de demorar muito para se decompor, as sacolas também atrasam a decomposição de outros  lixos.

Soluções para o problema

A utilização das caixas de papelão é uma boa saída para esse problema, afinal é necessário algo para o acondicionamento de produtos e mercadorias em geral, sem contar que o papelão não se compara a sacola plástica.

Outra boa alternativa é o uso de sacolas de panos, pois essas são retornáveis e o cliente pode usá-la várias vezes para os mais diversos fins, no açougue, no supermercado, dentre outros. Alguns mercados e vendas pequenas já confeccionam suas próprias sacolas retornáveis.

Se não houver outra solução, o que resta é o uso das sacolas oxi-biodegradáveis, essas recebem no processo um aditivo para que as moléculas, principalmente do petróleo, sejam fragmentadas com o oxigénio  raios ultravioletas, etc. Então também ajudam, embora ainda não sejam ideal, como as duas soluções acima, por exemplo.

O uso das sacolas exige uma mudança radical de hábito, estamos acostumados com a facilidade e praticabilidade, até porque é mais fácil e muito melhor carregar sacolas nas mãos que caixas de papelão, por isso a consciencialização torna-se difícil. Vale lembrar que o objectivo não é, e nunca foi, extinguir o plástico, sendo que os sacos de lixo, por exemplo, são essenciais ao nosso dia a dia, mas, em outros casos, podemos evitar o uso desnecessário. Pense no meio ambiente e todos os perigos que proporcionamos com o uso excessivo das sacolas. Lembre-se dos três R’s: reduzir, reutilizar e reciclar; e não tenha em mente que você é só uma formiguinha que não pode mudar em nada o todo, lembre-se que grandes atitudes começam de pequenos passos.

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s